Como Desenhar Mangá: Processo Iniciante

08 Feb 2019 07:58
Tags

Back to list of posts

<h1>Como Desenhar Mang&aacute;: M&eacute;todo Novato</h1>

<p>Se voc&ecirc; &eacute; f&atilde; de quadrinhos e de super-her&oacute;is tem que ver as aventuras dos personagens das duas maiores editoras norte-americanas: a Marvel e a DC Comics. X-Men, Os Vingadores, O &oacute;timo Hulk, Homem-Aranha, Batman, Mulher-Maravilha, Aquaman e Lanterna Verde s&atilde;o alguns dos personagens das revistas em quadrinhos publicadas pelas companhias estadunidenses - muitos deles, inclusive, ganharam teu pr&oacute;prio video ou desenho animado. Para formar uma bacana hist&oacute;ria em quadrinhos &eacute; necess&aacute;rio, e tamb&eacute;m um roteiro sensacional, criar os personagens.</p>

<p>Voc&ecirc; de imediato parou para raciocinar quem desenha os super-her&oacute;is que n&oacute;s conhecemos? O paraibano Mike Deodato Jr. O quadrinista j&aacute; foi respons&aacute;vel por oferecer forma &agrave; Mulher Maravilha (DC) e ao Excelente Hulk (Marvel). Na atualidade, &eacute; o desenhista oficial dos quadrinhos “Os Vingadores” e “Os Novos Vingadores”, pra Marvel. Mike contou pro Guia do Estudante sua hist&oacute;ria com os quadrinhos, que se iniciou ainda cedo, quando o desenhista tinha somente treze anos e poucos recursos. AutoCAD De Bolso o mercado atual - tal o brasileiro, quanto o do exterior - &eacute; favor&aacute;vel pros aspirantes a quadrinista. Com a web, os ca&ccedil;a-talentos de companhias grandes j&aacute; procuram por novos nomes em web sites de portf&oacute;lio.</p>

papiro2.jpg

<p>“Hoje h&aacute; escolas de quadrinhos aos montes e de muito bacana peculiaridade no Brasil. Aprender n&atilde;o &eacute; defeito. E pra escrever h&aacute; a internet. O quadrinista ainda destaca que o surgimento dos web sites de financiamento coletivo (crowdfunding) impulsionou a publica&ccedil;&atilde;o impressa dos trabalhos de desenhistas brasileiros. “Em vez de voc&ecirc; deslocar-se l&aacute; bater na porta das editoras e solicitar para ser publicado, voc&ecirc; posta o seu projeto no website e deixa uma mensagem direta pro p&uacute;blico sobre o seu servi&ccedil;o.</p>

<p>Voc&ecirc; consegue aprovar e financiar seu projeto se o p&uacute;blico gostar”, Melhor Ferramenta Para Criar Videos Animados . E acrescenta: “Acredito que os quadrinhos est&atilde;o deixando de ser marginais. Barbudos Est&atilde;o Na Moda; Acesse Sugest&otilde;es Para Ter O Visual tiveram seu momento de gl&oacute;ria nos anos 1960 e foram caindo com o surgimento da internet e dos videogames. Entretanto hoje est&atilde;o se popularizando mais uma vez.</p>

<ol>
<li>7/01/2010 &agrave;s 9:37</li>
<li>Camcard zoom_out_map</li>
<li>1,40 - verde</li>
<li>Aproveite as @men&ccedil;&otilde;es nas suas atualiza&ccedil;&otilde;es de status</li>
<li>oito - Bonequinho de Neve com &Oacute;culos Velho</li>
<li>06 ( Os Desenhos Animados Pela M&iacute;dia Televisiva ) &quot;A&ccedil;&atilde;o e Rea&ccedil;&atilde;o&quot;</li>
<li>Missy Franklin zoom_out_map</li>
<li>An&ocirc;nimo dezoito de abril de 2013</li>
</ol>

<p>&Eacute; muita coisa sensacional acontecendo no Brasil, estamos em um momento muito bom de turbul&ecirc;ncia criativa”. O interesse pelas HQs come&ccedil;ou cedo, gra&ccedil;as &agrave; interfer&ecirc;ncia de seu pai, o jornalista Deodato Taumaturgo Borges, criador do super-her&oacute;i Flama. “Com treze anos eu decidi que ia ser desenhista de quadrinhos”, lembra. “Normalmente, o filho encontra que o pai &eacute; o her&oacute;i. No caso do meu pai, ele era quase um her&oacute;i de verdade! Acostumado com as hist&oacute;rias de super-her&oacute;is, Mike come&ccedil;ou a fornecer seus pr&oacute;prios gibis, roteirizados por teu pai e desenhados por ele.</p>

<p>O incentivo da fam&iacute;lia foi Laerte, Ad&atilde;o E Pedro C. Falam Com Crian&ccedil;as Amanh&atilde; Em S&atilde;o Paulo , inclusive, imprimir as publica&ccedil;&otilde;es e distribui-las aos seus colegas e nas bancas da capital paraibana. “Minha hist&oacute;ria foi distinto da maioria dos quadrinistas: eles normalmente enfrentam a resist&ecirc;ncia da fam&iacute;lia, que localiza que a profiss&atilde;o n&atilde;o vai ceder dinheiro.</p>

<p>Meus pais n&atilde;o. Eles me apoiaram desde o come&ccedil;o”, diz. Nos anos 80, n&atilde;o havia institui&ccedil;&atilde;o de desenhos voltada pros quadrinhos em Jo&atilde;o Pessoa. Assim sendo, o desenhista decidiu ingressar na faculdade de Intercomunica&ccedil;&atilde;o Social da UFPB pra entender Jornalismo. “Eu agora trabalhava no setor de arte de um jornal desde os dezessete anos, assim pensei que poderia me interessar”, conta. No entanto estudar Comunica&ccedil;&atilde;o n&atilde;o era exatamente o que Mike procurava e ele deixou a faculdade quando adquiriu um edital do governo do estado para desenhar a hist&oacute;ria da Para&iacute;ba.</p>

<p>Ainda desta maneira, trabalhou por um tempo em jornais locais e ag&ecirc;ncias de publicidade e ressalta que a forma&ccedil;&atilde;o superior foi essencial pra que conseguisse se aguentar antes dos desenhos. “Voc&ecirc; necessita Galinha Pintadinha Bate Recorde Com 1 Bilh&atilde;o De Visualiza&ccedil;&otilde;es No YouTube . Eu s&oacute; fui conquistar viver de quadrinhos aos trinta anos. Como &eacute; que voc&ecirc; domina se vai ser um desenhista de sucesso?</p>

<p>N&atilde;o tenho d&uacute;vida que voc&ecirc; precisa ter um emprego, uma gera&ccedil;&atilde;o, pra continuar fazendo, nem que seja como hobby, o que voc&ecirc; gosta”, alega. Eles ficaram cuidando de mim para eu n&atilde;o fazer besteira l&aacute;! No decorrer da viagem, o desenhista conseguiu digitar alguns de seus trabalhos pela Alemanha e voltou da Europa de imediato direito de que enfim conseguiria viver de quadrinhos no Brasil, mas n&atilde;o foi bem isso que aconteceu. “N&atilde;o dava. Mesmo com tudo isto, o trabalho ainda era muito mal pago”, explica Mike. Mike bem como come&ccedil;ou a ilustrar para pequenas editoras nos EUA no momento em que, em 1994, surgiu uma chance para desenhar pra DC Comics.</p>

<p>“Eu fiquei sabendo que um colega da mesma ag&ecirc;ncia estava fazendo uma revista pra eles, a&iacute; liguei pros agentes e citou que queria tamb&eacute;m”, diz. Havia uma vaga para desenhar o gibi da Mulher Maravilha. “Eu odiava a Mulher Maravilha, no entanto era uma editora grande, n&eacute;, a&iacute; falei ‘n&atilde;o, gosto!</p>

Comments: 0

Add a New Comment

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License